Publicada em março de 2002, a coluna “Olho Sobre Tela”, da Revista Continente, destaca a importância de Cícero Dias para a arte e a cultura do Brasil e do mundo. Ele fala do lançamento do livro“Cícero Dias – uma vida pela pintura”, em fevereiro daquele ano, que aconteceu no Palácio do Campo das Princesas.

Segundo o colunista, o livro, escrito em duas línguas, pelo jornalista Mário Hélio, com prefácio de Josué Montello, “é um álbum de luxo com capa dura e papel couché fosco”.

O periódico detalha o envolvimento artístico do escadense Cícero Dias com pintores com Di Cavalcanti, Guignard, Lasar Segal, Anita Malfati e escritores como Murilo Mendes, Manuel Bandeira, Mario de Andrade e Gilberto Freyre.

A coluna destaca o Engenho Jundiá, no município de Escada (Zona da Mata Sul de Pernambuco) onde Cícero dos Santos Dias nasceu em 5 de março de 1907.

Esta certamente é mais uma obra que destaca a relevância de Cícero Dias para a arte mundial. Clique aqui e confira a matéria completa.

 

Advertisements