A sede do Museu Cícero Dias e do Arquivo Público Genival Carlos de Almeida receberam na manhã desta terça-feira (07), a presença de Dom Mauro Alves, OSB (Ondem de São Bento) e do seminarista Valdenor Nascimento.

Eles compreenderam um pouco da história do município, visitaram obras de artistas escadenses, reviram fotos da antiga Casa Paroquial revestida com azulejos portugueses, além de peças raras como a primeira lápide do Monsenhor João Rodrigues (Padre João).

Nas palavras de Dom Mauro – que reconheceu a importância do espaço –, duas esculturas de Zal Brasil, expostas no museu, deveriam ser monumentos construídos no município: o primeiro, na entrada da cidade; o outro, no centro da cidade. A visita foi acompanhada pelos artistas “Do Doce” e “professor Tom”.

Anúncios